01 - ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE

PREVENÇÃO DO SUICÍDIO:

MANUAL PARA PROFESSORES, EDUCADORES E OUTROS.

Este documento é uma síntese de vários *manuais destinados a grupos sociais e
profissionais específicos, especialmente relevantes para a prevenção do suicídio.
(*
É UMA SÍNTESE BASTANTE CRITERIOSA E OBJETIVA, SEM TIRAR A ESSÊNCIA DOS
DIVERSOS MANUAIS EDITADOS A RESPEITO DO ASSUNTO EM PAUTA)

 

Abaixo, forma de acessar e imprimir o Manual acima citado:

Clique  no link abaixo ou copie e cole no seu navegador, e tenha
acesso ao Manual em evidência, para ler ou imprimi-lo em PDF.

PREVENÇÃO DO SUICÍDIO; PARA PROFESSORES, EDUCADORES E OUTROS.

02 - Apostila: SUICÍDIO UMA EPIDEMIA SILENCIOSA (Prevenção e Assistência)

Mesmo quando achamos que não há mais o que fazer e tudo está consumado,

ainda há muito a ser feito aos que clamam por socorro.

     Nunca houve tantas evidências de que a melhor maneira de enfrentar o problema do suicídio é falando sobre o assunto, entendendo os fatores de risco, compartilhando de forma responsável as informações que sustentam as campanhas de prevenção no Brasil e no Mundo. Não seria exagero dizer que essas informações podem salvar vidas, especialmente quando sabemos da elevada intercorrência dos suicídios (90% dos casos) com patologias de ordem mental diagnosticáveis e tratáveis.
     Sob a ótica espírita, evitar o cometimento de suicídios tem outros desdobramentos importantes.

 

    Como a morte não existe, o primeiro grande choque se dá quando o suicida percebe-se vivo, e constata que a dor que o afligia foi potencialmente agravada pelas consequências de seu ato. Aquele que malbarata a oportunidade da existência – e desperdiça a chance de avançar na jornada evolutiva – rapidamente percebe que tomou a decisão errada. Embora não seja possível afirmar que todos os suicidas enfrentam a mesma realidade no plano espiritual, também aí, cada caso é um caso, e um conjunto de variáveis define a extensão e o gênero de sofrimento; para nós espíritas, em nenhuma hipótese, o suicídio representa alívio ou solução para os problemas.

 

     Quando um suicídio é evitado, livra-se o Espírito de padecimentos que podem se estender – de acordo com alguns relatos – por até dois séculos. Torna-se possível também reduzir a irradiação desequilibrada promovida por essas almas atormentadas no plano astral, que, não raro, afetam também a harmonia daqueles que ainda se encontram na condição de encarnados. Por fim, elimina-se também a propagação desse sofrimento por familiares e amigos do suicida, com legados negativos que podem influenciar outras decisões radicais.

 

    Perceba o leitor como uma única decisão – precipitada e infeliz – produz múltiplos efeitos, todos eles negativos e lamentáveis, nos dois planos da existência.

 

     Proteger uma vida significa garantir o conforto e o bem-estar de muitos, a começar por aquele que evitou o auto-extermínio.

 

     Cada um de nós é diretamente responsável pela própria sobrevivência e também pela manutenção da vida de todos os que nos cercam, com amor e respeito.

 

     A presente cartilha sintetiza o que há de mais importante para que nós espíritas possamos atuar de maneira mais consistente, com resultados efetivos, na prevenção do suicídio.

 

     É isso que nos distingue enquanto ser coletivo, em um projeto de civilização onde a proteção da vida é tarefa de todos.
                                                                                     André Trigueiro – Jornalista

 

Abaixo, forma de acessar e imprimir a Apostila acima citada:

Clique  no link abaixo ou copie e cole no seu navegador, e tenha
acesso a Apostila em evidência, para ler ou imprimi-la em PDF.

SUICÍDIO UMA EPIDEMIA SILENCIOSA (Prevenção e Assistência)

03 - Apostila: Comportamento suicida: conhecer para prevenir:

Dirigido para Profissionais de Imprensa.

Clique no link abaixo ou copie e cole no seu navegador (modelo abaixo), e tenha acesso a Apostila em evidência; para ler ou imprimi-lo em PDF.

http://www.abp.org.br/portal/wp-content/upload/2017/08/cartilhaA5_2017.pdf

O EVANGELHO, SEGUNDO O ESPIRITISMO = Capítulo VI – O Cristo Consolador

Consolador Prometido (Parte do item 4)

O Cristo disse: “Que ouçam os que têm ouvidos para ouvir”; o
Espiritismo vem abrir os olhos e os ouvidos, pois fala sem
figuras e sem alegorias (sem subterfúgios).

A verdade é o encontro com o fato que deve ser digerido, de modo a retificar o processo,
quando danoso, ou o prosseguir vitalizando-o, para que se o amplie a beneficio geral.
A verdade faculta ao homem o valor de recomeçar  inúmeras vezes a experiência equivocada
até acertá-la. – Fonte: Livro “O Homem Integral” = Joanna de Ângelis / Divaldo Franco

DEPRESSÃO: 1/6

É trágica a confusão que se faz entre tristeza e Depressão. A tragédia reside no fato de que enquanto se pensa que a depressão é tristeza não se busca tratá-la. "A Depressão é uma doença e, como tal, deve ser tratada urgentemente, com medicamentos específicos".
Ao confundir tristeza com Depressão incidiu num preconceito arraigado no imaginário popular, que nega a existência da Depressão e atribui à "falta do que fazer", à ociosidade. O deprimido, então, carrega um fardo duplo: a sua doença e o preconceito.

 

   

SUICÍDIO - INFORMAR PARA SALVAR VIDAS.

HOME - Slides 01 a 04

Slides 05 a 08

Slides 09 a 12

Slides 13 a 16

Slides 17 a 20

Slides 21 a 24

SUICÍDIO - INFORMAR PARA SALVAR VIDAS.
Depressão, na visão Científica / Espírita.

DOENÇA MENTAL: Sabemos que quase todos os Suicidas tinham uma doença mental, muitas vezes não diagnosticada, freqüentemente não tratada ou não tratada de forma adequada. Os transtornos psiquiátricos mais comuns incluem: Depressão, Transtorno de Personalidade, Síndrome do Pânico, Transtorno Afetivo Bipolar (TAB), Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) e Esquizofrenia. Em função de sua alta prevalência, a Depressão é a doença mental que mais está associada ao Suicídio. Representa, em números absolutos, o diagnóstico mais freqüentemente encontrado entre Suicidas. Fontes: (Conselho Federal de Medicina (CFM) - Brasília, 2014.) e (Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).)

SLIDE 01-(Continua no próximo SLIDE)

Depressão, na visão Científica / Espírita.

Todos os anos são registrados cerca de doze mil suicídios no Brasil e aproximadamente um milhão em todo o mundo. Obs. Com tendências a esses números aumentarem todos os anos.
Fontes: (Conselho Federal de Medicina (CFM) - Brasília, 2014.) e (Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).)

ATENÇÃO: A depressão geralmente é tratável. A maior barreira para que as pessoas consigam ajuda é o estigma e o medo de serem descobertas. – Fontes: (Conselho Federal de Medicina (CFM) - Brasília, 2014.) e (Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).)

SLIDE 02-(Continua no próximo SLIDE)

Depressão, na visão Científica / Espírita.

Posvenção do suicídio:

O luto do suicídio descreve o período de ajustamento à uma morte por suicídio que é experimentado por membros da família, amigos e outros contatos do falecido que são afetados pela perda. Dados de pesquisas estimam que 60 pessoas sejam intimamente afetadas em cada morte por suicídio, incluindo família, amigos e colegas de classe. Como a OMS estima que aproximadamente UM MILHÃO de pessoas morram por suicídio a cada ano, cerca de 60 milhões de pessoas, ou mais, podem ser expostas ao luto do suicídio em um ano. Fontes: (Conselho Federal de Medicina (CFM) - Brasília, 2014.) e (Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).) “Incluir Colegas de Trabalho”

SLIDE 03-(Continua no próximo SLIDE)

Depressão, na visão Científica / Espírita.

A primeira regra para quem sofre de DEPRESSÃO é buscar “DEUS”, com todas as suas FORÇAS e com toda a sua FÉ, paralelamente procurar tratamento Médico adequado, principalmente no estado agudo da doença, que além de físico é essencialmente ESPIRITUAL; e quando o DEPRESSIVO não conhece a “DEUS”, o que fazer? (Nós vamos ver isto no SLIDE 15, 2º quadro.)

SLIDE 04-(Continua no próximo SLIDE)

COMENTÁRIOS:

SLIDE 01: A - Os tratamentos medicamentosos, de reconhecida valia pelos benefícios que proporcionam quando bem indicados, tornam-se perigosos em algumas situações. Em algumas delas já bem estabelecidas pela psiquiatria, como é o caso da depressão bipolar, em que inicialmente estão contra-indicados os antidepressivos, porque podem ocasionar instabilidade emocional, com o fenômeno conhecido por virada maníaca. Essa situação é conhecida pelo aumentado risco de suicídio que ocasiona, uma vez que não é essa a terapêutica preconizada nesses casos.
NOTA: Em muitas situações, as perturbações espirituais não são percebidas e computadas na avaliação diagnóstica e são deixados de lado os cuidados de natureza espiritual.

SLIDE 02
:
A – As maiores incidências de SUICÍDIO no Brasil estão nos Estados da: Amazônia, Paraíba, Bahia e Rio Grande do Sul. - Fonte: Caderno Fraterno = Maio / Junho 2015.
Obs.: 01 - “O SUICÍDIO É PREVENÍVEL EM 90% DOS CASOS. APESAR DE TUDO, PERMANECE O TABU NA SOCIEDADE E NAS MÍDIAS”; poderiam ser evitados com acompanhamento e tratamento adequados. Milhares de vidas poderiam ter sido salvas se essas vítimas de si mesmas tivessem acesso a informações sobre o que estavam passando e como buscar auxílio. Podemos efetivamente reduzir o número de casos, se nos mobilizarmos com determinação e estratégia nessa direção. Depende de nós. - Fonte: Caderno Fraterno = Maio / Junho 2015.

SLIDE 04: A - Descrição da imagem1 = A imagem maior representa o Universo, no centro, em forma de um círculo a resposta da 1ª pergunta de “O Livro dos Espíritos” = Que é DEUS? DEUS é a Inteligência Suprema, Causa Primeira de Todas as Coisas.
B – A imagem, “Onde esta escrita a Lei de DEUS” = Na consciência do Homem – Essa idéia de DEUS é inata no Homem e o impele (impulsiona-o) à perfeição. (Livro dos Espíritos – Pergunta: 621(¹) “Rodapé”) = A própria Natureza atesta a Existência e a Grandeza de DEUS.
– As outras imagens representam: Moises (A 1ª Revelação) – Jesus Cristo (A 2ª Revelação) – Allan Kardec (A 3ª Revelação) – Chico Xavier e seu Mentor Espiritual para completar e ilustrar o Layout da Imagem.

ATENÇÃO: Ato de Alienação Parental. O termo designa a prática do pai, da mãe ou responsável de “programar” a criança para “odiar” um dos genitores.
Atualmente, estima-se que 80% dos filhos de pais separados sofrem ou já sofreram com alienação parental; isto pode causar sérios traumas e depressão em crianças e adolescentes no decorrer da vida. – Clique no link a seguir e veja toda a matéria:

Desde o dia 26 de agosto de 2010 está em vigor a lei nº 12.318, que estabelece como crime o (Ato de alienação parental. O termo designa a prática do pai, da mãe ou responsável de “programar” a criança para “odiar” um dos genitores. Atualmente, estima-se que 80% dos filhos de pais separados sofrem ou já sofreram com alienação parental.)

HOME - Slides 01 a 04

Slides 05 a 08

Slides 09 a 12

Slides 13 a 16

Slides 17 a 20

Slides 21 a 24

Fale Conosco pelo e-mail: alexbarocha@hotmail.com - COPYRIGHT: 2015 / 2017.

Você que é ESPÍRITA, adquira o livro  abaixo e leia-o atentamente; é muito importante que: questione, concorde, discorde, critique, elogie, e auto se analise.

Livro: ESPIRITISMO! O GRANDE DESCONHECIDO DOS ESPÍRITAS. = Autor: J. Herculano Pires

TOPO